terça-feira, 5 de janeiro de 2010

UFO

Hoje assisti um filme que me intrigou completamente, The Fourth Kind. Sempre temi coisas desconhecidas, coisas que ninguém nunca provou, ainda mais alienígenas ou qualquer nome que eles tenham. Nunca imaginei o que eu assisti hoje. Foi tudo tão real, pelo fato de ter sido gravações reais, e me perguntei: será que Deus é a única força superior a nós?
Percebi que nós, humanos, somos uma das raças mais inferiores do mundo, sendo que nos sentimos tão superiores, tão sábios. Em uma das gravações, mostra uma voz de fonte desconhecida afirmando ser Deus, e o que a psicologa Abigail Tyler falou, me fez pensar e temer também. A voz falou primeiramente para a Abigail: "Não precisa rezar, somos os salvadores". E em outra gravação, na qual Abigail teve que fazer contato com os alienígenas via hipnose (única forma para pedir sua filha, já que há tanta gente ignorante para não acreditar em coisas "sobrenaturais") para então pedir a filha de volta, após a criança supostamente ter sido abduzida, a voz fala: "Ela é minha. Eu sou... Deus." Na entrevista, ela fala que há seres superiores a nós, e estes tentam fingir ser Deus (pelo fato de saberem ser superior aos humanos e nos fazerem de ratos de laboratório) mas não podem ser, já que Deus deve ser algo que não nos destrua. E isso me fez questionar: será que Deus realmente é bom? Prefiro acreditar que sim, porque se não, não haverá esperança alguma nos humanos.
Os humanos deviam parar de ser ignorantes e abrir a mente para conhecer algo que não conhecemos, algo que não possamos imaginar. Sempre disse não acreditar em coisas sobrenaturais, mas porque temo tanto, já que agora não tenho coragem de ir dormir de noite, sozinha? Todos nós temos medo daquilo que nos é estranho, isso é fato. A partir de hoje, não acredito no ditado popular que diz: "Só acredito vendo".

2 comentários:

O Onisciente disse...

Olá! Você mencionou o nome do filme em inglês, "The Forth Kind". A tradução para o português é "Contatos em 4° Grau"?

Gê Stelmach disse...

Esse mesmo.